Notícias
Quinta, 30 Junho 2016 12:48

Mito ou verdade: Encostar na guia estraga a roda?

Avalie este item
(0 votos)

VERDADE.

Chego a passar mal quando vejo alguém dar ré ao estacionar e prensar a roda na guia. Ou nos piores casos, até a subir na calçada.

Ralar a roda na guia, além dos problemas visuais imediatos, como ficar com a roda ralada ou quebrar a calota, pode trazer alguns problemas de médio e longo prazos.

Para quem não sabe, no meio da borracha do pneu existe uma malha de aço que dá resistência à estrutura do pneu. Cada vez que você prensa o pneu lateralmente na guia, além de provocar o escape de ar, acaba produzindo pequenas deformações nesta malha, deixando o pneu torto e menos resistente, gerando vibrações e barulho.

Atrás da roda, instalado no cubo, encontra-se o famoso rolamento de roda, peça importantíssima que gira milhões de vezes durante a vida útil do carro. Por ser tão solicitado, ele é fabricado com um alto nível de precisão. Suas esferas e a pista de rolamento são retificadas e não podem conter qualquer irregularidade.

Quando encosta a roda na guia, você está produzindo uma força no sentido do eixo (força axial) e, nesse sentido, o rolamento é menos resistente.

Isto não significa que ele não suporte forças axiais, não é isso, afinal, em curvas fechadas eles também são bem solicitados. O problema está no choque com a guia, que pode acabar gerando deformações permanentes nas pistas ou nas esferas, ocasionando barulho e, pior, se os rolamentos não forem substituídos, poderão travar a roda e causar um acidente.

Nas rodas dianteiras, os cuidados devem ser ainda maiores porque, além dos problemas anteriores, o mau hábito de encostar a roda na guia poderá gerar problemas indesejados na suspensão, perda do alinhamento ou até mesmo causar folga no braço axial da direção.

Se você compartilha seu carro com outras pessoas, fique de olho nos pneus: aquelas manchas brancas na lateral são um sinal de que o condutor precisará ser alertado sobre estes riscos.


Fonte: http://g1.globo.com/carros/blog/oficina-do-g1

Lido 371 vezes

Mais Lidas

No result...